Sabias que realizar o pagamento da Segurança Social confere uma série de benefícios e direitos aos estafetas? Não? A CRN-Contabilidade, parceira da Glovo, preparou conteúdos sobre contabilidade com o objetivo de esclarecer algumas das principais dúvidas dos estafetas que colaboram connosco. Vem conferir!

Além de ser uma obrigação fiscal e social, realizar o pagamento da Segurança Social traz uma série de direitos e proteções. Alguns exemplos são os direitos à reforma, a subsídio de doença, parentalidade, invalidez, velhice, morte e subsídio desemprego (caso sejam economicamente dependentes e que obtenham mais de 50% da totalidade dos teus rendimentos de uma única entidade contratante).

A boa notícia é que SIM! Nos primeiros 12 meses da atividade, os estafetas ficam automaticamente isentos de contribuir para a segurança social. Neste caso, quando acabar a isenção, receberás uma comunicação da Segurança Social a informar acerca do valor a pagar a partir dessa data, dando lugar à obrigação de preencher e submeter as declarações de rendimentos trimestrais no portal da Segurança Social direta.

O documento de pagamento com referência de Multibanco, fica disponível na área pessoal da Segurança Social Direta do estafeta. E terá de ser pago até ao dia 20 de cada mês. Aconselhamos sempre um acompanhamento por parte de um contabilista, pois as regras fiscais estão sujeitas a alterações.Se precisares de assessoria fiscal mensal ou pontual, a CRN está a oferecer descontos e planos de contabilidade para estafetas que colaboram connosco. Clica no seguinte botão e confere: DESCONTO
Este artigo foi útil para ti?